Portugueses perdem poder de compra há duas décadas

Foi publicado na passada semana o Boletim Económico de Outubro do Banco de Portugal, onde consta a análise “A convergência real na União Europeia e o desempenho relativo da economia Portuguesa”.

Esta análise conclui que Portugal desceu entre 1995 e 2018 cinco posições no ranking, passando para a 21ª posição, de 28, verificando-se assim uma clara divergência no PIB per capita português com a média da União Europeia, mantendo-se uma elevada diferença entre os níveis de rendimento per capita na UE.

Neste relatório são apontadas fragilidades de natureza estrutural na economia Portuguesa, que juntamente com o fraco investimento em capital e queda da produtividade, sustentam o fraco desempenho relativo de Portugal face à União Europeia nas últimas décadas. Portugal insere-se num grupo de 17 países que detinham em 2018 um PIB per capita inferior ao da UE, e um nível de rendimento de aproximadamente 77% face à média da UE.

Por outro lado, segundo o relatório do Banco de Portugal, 9 países apresentavam este indicador acima da média europeia, como o Luxemburgo (250%) e Irlanda (187%), destacando também a boa prestação dos novos países da União Europeia, que melhoraram a sua posição geral, destacando-se Malta, Estónia e Lituânia.